domingo, 4 de junho de 2017

Aprender a viver um dia de cada vez

Aos poucos começo a ganhar forças...
Recomeço a pensar em mim e só em mim! Há minha volta morrem várias pessoas  com esta doença horrivel e eu penso: "como é que ainda cá estou?" "Será que vou ser a próxima?"
Mas logo esqueço e ando em frente eu acredito e acredito muito que a minha hora não está para breve...
Fiz ressonancia magnética ao cerebro e não tenho nada...
Fiz 2 testes geneticos diferentes e deu negativo!
Existe no Santa Maria a especialidade de onco-oftalmologia onde fui a uma consulta e em principio os pontos pretos e a visão turva não é nada de mau!
Comecei a tomar Sertralina receitada pelo psiquiatra!
Tenho tido as plaquetas baixinhas, baixinhas :(
Mas continuo de 3 em 3 semanas a fazer kadycla....
E estou há espera que me chamem para um tac ao corpo todo!
Ja nao me sinto sozinha nem perdida, eu chego lá, eu ainda vou ser muito feliz!
Ter cancro não é um drama só temos de nos adaptar!

S.
<3



sábado, 4 de março de 2017

Continua a doer....

Quarta-feira , dia 8 faz um ano... Um ano que oficializámos a nossa relação! Um ano que eu decidi apresentar o L aos meus amigos toda orgulhosa...  Estava tão feliz, mas tão feliz!
E hoje sinto-me um trapo, doi tanto estar aqui sozinha... Quase todas as horas assaltam-me pensamentos , recordações, ataques de choro...
Eu estou consciente da minha situação e sei que tenho um "prazo de validade" seria suposto viver estes dias feliz e sem preocupações... Definitivamente não é o caso!
É tão mais fácil reagir contra esta doença acompanhada do que sozinha! Eu consigo combater o cancro sozinha, o L. só apareceu a meio e lutei sempre! Mas a verdade é que todos os meus exames dizem que não existe evidência da doença e nem isso me anima...
Se é para isto que estou a lutar, será que vale a pena? Vale a pena continuar por cá com esta apatia?
Continuo cansada, apática... Nada me faz sorrir e sinceramente a vontade de continuar nem sei se existe!
Só queria voltar a ser eu, a S. animada cheia de energia que ninguém deita abaixo... Não me apetece falar com ninguém, nem ver ninguém... Falam-me tanto de Deus e para acreditar sempre!
Então pergunto não tenho eu direito a ter também alguém que me faça feliz? Onde anda Deus então?
Doi... Doi muito...Só quero que esta dor que já dura quase há 6 meses desapareça e que apareça no meu caminho alguém que me faça feliz!

S,
<3





segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

TDM1/KADYCLA

Aqui estou eu...
A minha vida amorosa não evoluiu... O L. não voltou para mim! Ainda sofro mas já não tanto como antes!
Relativamente ao meu querido cancro... A radioterapia no cérebro funcionou, só encontram 2 coisas mínimas que em principio será fibrose!
No cerebro temos a Barreira hematoencefálica (BHE) que selecciona e quase não deixa passar quase nenhum medicamento....
Comecei um novo tratamento TDM1/KADYCLA e este passa a barreira e chega ao cerebro...
Tenho andado estafada e com náuseas ... Só de olhar para carne ou peixe tenho vómitos! Esta S. não é a verdadeira S... Quero ser eu de novo!
Por causa das metástases cerebrais tive de tomar cortisona e engordei 20 kgs... Estou careca pela segunda vez por causa da radioterapia! Farta disto tudo...  
Passo os dias tristes, não tenho energia para fazer nada! Só saio de casa para trabalhar :(
Quero a minha energia de volta....
Beijinhos,
S.

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Let`s talk about love...

E cá estou eu...
Lembram-se de ter falado do meu namorado fantástico?
Pois acabou... Cá estou a choramingar mais uma vez porque acabou e sinto-me a pessoa mais sozinha do mundo, tenho tantas saudades dele!
Não percebo como consegue doer mais o fim da minha relação em vez de me preocupar com o cancro! O cancro não me incomoda minimamente mas ficar sem o L. neste momento parece-me impossível, sinto um aperto gigante no peito, um vazio que doi, doi tanto...
Estou perdida sem saber que caminho seguir!
Eu tinha um namorado fantástico e deitei tudo para o lixo.
Então quando descobri as metástases no cérebro decidi que ia mudar a minha vida toda e foi o que fiz... Ouvi o meu coração e despedi-me (sem plano A ou B), mudei de alimentação, comecei a fazer acupuntura e hipnose.
O meu L. que sempre me apoiou, desta vez disse que eu tinha de ter calma...
Eu queria mudar tudo e ir viver para perto da praia e ele ao inicio disse que sim, entretanto ele pensou melhor e disse-me que não podia fazer isso para já, que trabalha em Lisboa, que não podia fazer tantos Kms de mota todos os dias e também era muito dispendioso, que  tínhamos de pensar melhor e que não era boa ideia que eu tinha de ficar mais perto do hospital por causa dos tratamentos e que eu tinha de ter calma...
Claro que eu não tive calma tratei-o mal, mas mal... Desconfio que as metástases me provocaram um distúrbio qualquer de personalidade, eu não sou assim, nunca fui porra!
Durante 3 semanas expulsei-o de minha casa, ele adoeceu e faltou um semana ao trabalho com os nervos de não perceber porque eu não lhe atendia o telefone, expulsava-o de minha casa e deixei-o 3 ou 4 horas várias noites à porta de minha casa  à espera dentro do carro para falar comigo... Ele chorou, falou com os meus amigos, com a minha mãe preocupado porque queria seguir a minha radioterapia, queria estar ao meu lado... E eu sempre armada em"idiota"!
Acabei a radioterapia e voltei ao "normal" a ser eu, eu sou uma pessoa extremamente calma e amorosa sempre fui... Aquela não era eu!
E quando voltei a mim percebi a parvoíce que tinha feito... Falei com ele, pedi desculpa, chorei, ele chorou, disse que eu não tinha o direito de ter feito o que fiz e que estava muito magoado e que me chegou a odiar quando teve doente! E que tinha tanta magoa dentro dele que não quer voltar para mim, que nunca vai ser feliz comigo se cada vez que eu ficar doente ou ele não concordar comigo eu fizer a mesma coisa!
Ele não vai voltar e eu...
Eu não sei!
Só o queria aqui ao pé de mim a dar-me aquele abraço que me protegia do mundo inteiro...
S.
<3


quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Radioterapia a todo o cerébro!

E assim se passaram as 10 sessões de radioterapia que fiz ao cérebro na Clinica SAMS...
Foi um procedimento simples com algum cansaço e infelizmente ja estou careca pela segunda vez!
Começo para a semana uma nova quimioterapia Kadycla.
Em Novembro saberei se a radioterapia fez efeito.... Até lá continuarei na minha vida normal sem me preocupar com isso! E foi com esta mascara horrivel que fiz os 10 tratamentos!

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Decisões...

E a esta hora está reunida a equipa médica do Santa Maria para decidir a MINHA VIDA! Estou zangada, estou perdida... Tinha milhares de planos, ia abrir o meu escritorio e mudar-me com o meu namorado para a praia, ia adoptar um bebé... E agora vejo-me perante um diagnóstico mais uma vez péssimo e as pessoas que adoro com o ar de preocupação de há 2 anos!

e porque adoro MEC......

“Deus,
Bem avisaste que eras um Deus invejoso e vingativo. Também sei que Job era um caso-limite: uma ameaça do que eras capaz. Nem eu nem a Maria João temos um milésimo da obediência e da resignação de Job. E castigaste-nos menos. Mas foi de mais.

De certeza absoluta que nos amamos mais um ao outro do que te amamos a Ti. Sabemos que isto não está certo. Mas foste Tu que nos fizeste assim. Admite: deste-nos liberdade de mais. Foste presunçoso: pensaste que Te escolheríamos sempre primeiro. Enganaste-Te. Quando inventaste o amor, esqueceste-Te de que seria mais popular entre os seres humanos do que entre os seres humanos e Tu. Por uma questão de tangibilidade. E, desculpa lá, de feitio. Tu, Deus, tens o pior das arrogâncias feminina e masculina. Achas que só existes Tu. Como Deus, até é capaz de ser verdade. Mas, para quereres ser um Deus real e humanamente amado, tens de aprender a ser um amor secundário. Sabemos que és Tu que mandas e acreditamos que há uma razão para tudo o que fazes, mesmo quando toda a gente se lixa, porque não nos deste cabeça para Te compreender. Esta deficiência foi uma decisão tua: não quiseste dar-nos a inteligência necessária.
Mas deste-nos cabeça suficiente para Te dizer, cara a cara, que nos preocupamos mais com os entes amados do que contigo.

Ajuda a Maria João, se puderes. Se não puderes, não dificultes a vida a quem pode ajudar. Faz o que só um Deus pode fazer: reduz-te à tua significância. Que é tão grande”

S. 💖

domingo, 28 de agosto de 2016

Voltou...

Sei que estive desaparecida... Mas tive de me ausentar de tudo o que me ligava ao cancro para poder viver descansada!
E desde Novembro que assim foi... Encontrei um namorado fantástico, continuei a trabalhar, voltei a sair à noite, ou seja voltei à normalidade!
Ha 2 semanas comecei com umas dores de cabeça nada preocupantes mas que insistiam em aparecer todos os dias... Devido ao grupo que criei do facebook sobreviventes de cancro da mama metastatico em portugal e depois de ler um testemunho de uma das meninas de lá que também so tinha dores de cabeça mas que afinal eram metástases cerebrais resolvi ligar à minha médica e ela resolveu mandar-me fazer uma TAC...
Passado uma semana fui buscar os resultados e voilá 2 lesões no cérebro! Uma semana antes de completar o meu 2° aniversário com cancro vem a surpresa!
Logo agora que eu tava cheia de planos e feliz... Mais uma vez levei um soco no estômago! Mas hei-de me erguer e mais uma vez voltar aos tratamentos agressivos e vencer...
Tenho de vencer!
S. 💖